0

Coragem

Há dias que a gente para e se pergunta se está no caminho certo. Há dias que a gente tenta entender o que está fazendo nesta vida. O que estamos fazendo com a nossa vida.

Você se olha no espelho, busca, busca e não se encontra. Você olha seu reflexo e nele seus olhos só conseguem ver seus defeitos, o caos. Neles você não consegue nem ao menos enxergar o amor em si. Talvez nunca enxergou, talvez nunca sentiu.

Como se passasse um furacão em sua volta, lhe derrubasse de toda a alegria que na verdade você nem mais sabe se realmente é verdadeira dentro de si e você se esgota de viver, de falar, de sorrir…

São tantos aspectos que quer mudar, que quer melhorar. Há tanta insatisfação em si que você se desespera. É preciso levantar, se reerguer, mas você não tem forças, você simplesmente não sabe o que fazer.

Sua vontade é de chorar, como se chorar lhe ajudasse em algo. Mas na verdade chorar alivia do peso que criou para si. Do esgotamento que sua alma se encontra da vida, de tudo.

Você sabe que está perdendo tempo. Que a vida é curta, que é bela, mas você não sabe mais como seguir. A gratidão é presente. Você é tão grata por tudo. Você sabe que qualquer pessoa merecia e gostaria de estar em sue lugar. E tudo o que você quer é ser feliz e viver esta gratidão.

Há uma guerra em seu interior e que sabe que precisará de coragem para vencer. Coragem! É o que lhe desejo. Coragem é o que você precisa para se reerguer e não deixar mais furacão nenhum lhe derrubar novamente.

Chore, chore tudo o que seu coração guarda, mas lembre-se sempre há um lindo futuro lhe esperando. Abra seus olhos, sinta a luz, o amor. Mesmo que não se ame, quem sabe um dia você se amará, não é? Saiba que há em seu redor pessoas que lhe amam e são por estas que você hoje, precisa levantar e seguir. Mesmo que seja chorando…Ande com as lágrimas escondidas e guardadas por tanto tempo e destas pelo caminho se tornarão sementes da alma, experiencias que viveu e dais quais nunca mais irá sofrer.

Seja luz para os outros, mas principalmente para si. Não se maltrate tanto.Você é forte! Por mais difícil que seja foque no que há de bom dentro de si, serão eles que lhe ajudaram a melhorar todos os defeitos que há em si. Ao seu tempo…Não se critique tanto!

Por favor, levante, viva! Tenha coragem!

Texto de Sarah Marcondes Lapenna

anja-stiegler-photoflake-thumb-600x600-25604

Anúncios
0

Me permitir

Você surgiu de repente e me resgatou da correnteza que eu mesmo criei em minha vida. E foi perfeito do modo que tinha que ser. Do modo como imaginei ser. Uma vez ouvi a frase que precisarmos nos permitir e com você eu me permiti. Com você eu  nem se quer exitei. Talvez você nem imagina o bem que me fez. Você nunca saberá, mas minha alma leve e meu sorriso estampado demostram tudo aquilo que sempre esperei. Este seu resgate me trouxe luz e momentos que guardarei para sempre. Levarei o bolero, seu beijo, seu abraço e carinho doce percorrendo em minhas mãos, em meus passos, em minha história.

Eu sou esta mistura de maturidade e este caos em meu ser. E sua energia me tranquilizou de um modo único, de um modo especial. Eu ainda tenho muitas pedras para me reconstruir, me reerguer, mas nunca se esqueça, nunca meu bem, que nosso encontro marcou meu ser e o começo desta vontade de mudar esta desordem dentro de mim. E mudarei. Aos poucos me permitirei mais e mais. Aos poucos confiarei mais, aos poucos a metamorfose invadirá meu ser e mudará todo desarranjo em meu sorriso, cada desarmonia em minha alma.  

Por hoje eu só tenho a lhe agradecer, meu bem. Por hoje escrevo aqui estas palavras juntas as lembranças ainda presentes de ontem ao entardecer. 

Sarah Marcondes Lapenna

1302734626221

0

Mulher forte

Não é fácil quando alguém tão próximo a nós por tantos anos deixa este mundo…
A notícia inesperada faz nosso coração doer e nossa alma chorar. Não é fácil…

Tia Maria José, uma pessoa que convivi por tantos anos. Desde os meus 10 anos se transformou em “tia Maria José” quando a conheci e para sempre será! Uma vizinha, amiga que sempre me recebia com tanta carinho no olhar e nos gestos. Sempre torcendo por mim e acompanhando cada momento de minha vida!

A vida acaba nos afastando do contato diário, mas tenho tanto carinho por esta família que durante tanto tempo esteve próxima a minha! São tantos momentos especiais que guardo em minha memória! Mari, Aline e tio Sidney só quero que saibam onde estiver tenho certeza que ela descansou e está em paz. E saibam que sempre estaremos aqui para o que precisar.
Que Deus abençoe vocês! E com certeza ela sempre estará em nossos corações, em nossa história de vida! Tia Maria José deixou para nós o que é ser uma mulher forte e sempre batalhadora! E é esta mulher que irei levar em minhas lembranças para sempre! Uma pessoa especial…

Descanse em paz, tia Maria José!

Sarah Marcondes Lapenna 

butterfly-on-hand-e1489247860812

 

0

Meu sobrinho do coração

Você chegou a este mundo e eu mesmo sem o conhecer pessoalmente já estou encantada! Você chegou de forma inesperada, mas ao mesmo tempo  na surpresa já se tornou tão amado por todos nós. 

Sabe, conheci sua mãe e sua avó materna há tão pouco tempo, mas o suficiente para se tornar uma família. Sua mãe é como se fosse uma irmã para mim. Minha irmã de alma.

Quando você resolveu vir ao mundo, sabiamente escolheu estes pais. E acredito muito que não foi por acaso que eu, minha mãe e Ana nos encontramos com a sua família um pouco antes de você decidir vir a este mundo.

Lembro de nosso primeiro encontro. Foi uma criança também que nos uniu e que aos poucos fomos se juntando em várias pessoas e se tornando hoje o que é: uma linda família. Eu, minha mãe, Ana,  Rapha e Silvia. Pode ter certeza que você foi amado, foi especial para todas nós desde a primeira notícia de sua vinda.

Quando você resolveu nascer em um parto de mais de 15 horas, quase nos enlouquecendo de tanta ansiedade e preocupação, soube ali o quanto era especial para nós. Tive certeza ali também do quanto sua mãe era  forte e  intensa. Saiba disso, meu querido sobrinho do coração! Você tem uma família de sangue incrível! Saiba, que nesta sua caminhada, você tem pessoas ao seu redor que são resilientes, que são repletas de virtudes e que lhe amam e estarão aqui para o que precisar, sempre!

Agradeço pelos caminhos de sua mãe e sua vó terem se encontrado com a nossa. Agradeço por esta amizade ser tão especial! Você tem duas tias do coração, eu e Ana e uma vó do coração, Denise, que  deseja o que há de melhor em sua vida! 

Meu sobrinho do coração, seja feliz! Seja você! Seja esta luz que ilumina a todos nós desde o começo! ❤ 

Amo cada um de vocês: Ana, Raphaela, Silvia e Sebastian! ❤

Texto escrito para meu sobrinho do coração: Sebastian Henrique que nasceu dia 30 de Setembro de 2017!

     Sarah Marcondes Lapenna

pp

Última foto tirada antes de sua chegada! Rapha com 8 meses de Gestação! 

0

Caos

As vezes me pergunto onde foi que tudo isso começou? Você se tornando aos poucos este caos em meus dias. O que aconteceu? Comigo? Com você? 

Sinto-me como um cristal espalhado neste lugar junto aos meus retalhos que aos poucos e sem perceber você foi destruindo… Dizem que cristal quebrado nunca mais volta a ser como era antes e estou começando a infelizmente acreditar que entre nós nunca mais reinará a paz e aqueles sorrisos constantes. Talvez a verdade é que nunca tenha existido. Talvez seja só eu aqui inocentemente percebendo o que você é. O que você sempre foi… E eu só lamento por mim, por nós. Eu lamento, tanto.

Só sei que sinto saudades da aurora de minha vida. E ao lhe olhar só consigo ver o seu hoje. Respiro fundo, mesmo sabendo que por dentro o caos se instalou por completo bloqueando cada sentimento e momento bom que um dia existiu. Porque existiu! Isso é certo! Isso está em minhas lembranças…

Me esforço a cada amanhecer para tornar tudo isso melhor, eu juro…Mas na maioria das vezes fracasso e não consigo sozinha mudar o que hoje existe entre nós. Olho para você e vejo que em seus olhos você não está mais aqui e na verdade nem quer mais estar…Por quê?

O que tenho a dizer a você é que eu gostaria de conseguir verdadeiramente a rir de suas palavras, piadas sem graça, de lhe abraçar, e lhe olhar daquela forma de menina. Talvez um dia…Espero que um dia possa enganar-me do que realmente você é ou então ter tempo suficiente de lhe amar como você se tornou para mim. 

Desculpe se estas palavra chegarem a você…Tudo o que não quero hoje é lhe magoar, apesar de saber que magoo. Eu precisava e preciso desabafar e retirar tudo o que sinto dentro de mim…E que doí e me traz falta de ar, pois eu sei que nunca mais as coisas vão voltar a ser como eram antes e isso, bem isso é tão triste para mim…

E mais uma vez repito e peço para descobrir a amar este caos que você instalou em mim.

Texto de Sarah Marcondes Lapenna

tumblr_mif0eqKh2o1rdd8hmo1_500

0

Sua doce voz

Só pude conhecer sua voz…Mas me lembro tão bem da primeira vez que você ligou aqui em casa com aquela voz delicada e doce de vó e pudermos conversamos um pouco.

Falei que um dia gostaria de conhecê-la pessoalmente, mas a vida antecipou tudo como sempre e você partiu com tanta serenidade e paz em sua casa assim, tão de repente perto do ano acabar…Iluminando agora um pouco mais longe sua família e a todos que tiveram o privilégio de lhe conhecer, nem que seja apenas sua voz…

Você já estava cansada, mas ao mesmo tempo com a voz e a rotina tão viva, tão forte. Talvez por isso ninguém esperaria que fosse assim tão rápido. Mas certamente, uma pessoa pessoa como você não merecia que fosse de outra forma, que não houvesse a verdadeira paz. 

Fiquei sabendo ainda que de manhã foi buscar cada detalhe para compor seu réveillon e de sua família. Você sempre foi assim…Preparando cada detalhe, sempre preocupada com cada recepção amorosa e completa.

Assim vou me lembrar de você, Vó Maria José, foi assim que quis chamá-la desde o primeiro contato. Guardo sua voz doce e repleta de vivacidade que em pleno 86 anos de idade você demonstrou para mim. Sua alegria de viver e mais do que isso, você ser um exemplo para todos, para mim de viver seu dia-a-dia da forma mais pura e repleta possível.

Lhe conheci não fazia nem 1 mês, mas nossa afinidade foi imediata e hoje o que posso dizer é como sou grata de algum modo você ter me ligado este ano e a vida poder ter me dado o tempo e o  encontro nesta vida com você.

Descanse em paz, Vó Maria José. 

Sarah Marcondes Lapenna

tumblr_l3z40hCP7k1qc7mjvo1_500_large.png

0

Tradições Natalinas

Ah o Natal…Como não amar esta  época do ano? Como não sentir toda vibração e emoção que esta causa? Sinceramente não consigo disfarçar o amor que tenho por esta época e o quanto me faz bem vive-la intensamente em meu lar a cada ano.

Sou daquelas que se emociona com as propagandas natalinas, com aquelas músicas de Natal e com as estória de natal compartilhado por cada pessoa, cada uma destas diferentes com seu momento marcante, com suas tradições. 

Algumas vezes em lojas ou lugares fico observado as pessoas olhando com tanta admiração os enfeites e imagino estas decorando cada canto de suas casas,  nas listinhas de presentes para familiares e amigos…É uma delícia presenciar a alegria e a leveza que pequenos enfeites e detalhes  causam nas pessoas.

Natal é isso, são os detalhes que o tornam especiais. Eu sou totalmente apegada as tradições de Natal. Não tem como, né? Acho encantador tudo isso.

Aqui em casa começamos dezembro preparando os biscoitos que minha vó fazia e presenteava a todos que aparecia em sua casa. E assim fazemos! Aquele cheirinho de Natal que se espalha pela casa dando início ao Natal em nossa casa junto aos enfeites espalhados pela salas de jantar e estar. E assim todos os amigos que nos visitam, podem receber com carinho esta tradição deliciosa! As receitas tradicionais na véspera e no Natal preparados com avental de Natal ao som de jazz, músicas natalinas ou programas de TV falando sobre receitas e ideias para o Natal…Os panetones e chocotones irresistíveis de comer durante dezembro. Acho uma delícia tudo isso!

Cada um de nós tem suas tradições vindo de muitos e muitos anos com seus familiares, seja a montagem de seus lares, os pratos servidos , a mesa enfeitada, os presentes embaixo da árvore, as mensagens e votos de final de ano, a preparação de cada detalhe sempre feito com cuidado e amor.

Eu desejo que a cada Natal você possa sentir toda magia que há nesta época do ano e que tem o dom de nos encantar como fosse sempre a primeira vez, o primeiro Natal de nossa vida onde olharemos sempre com brilho nos olhos e o coração leve e sorridente repleto de paz.

FELIZ NATAL!

Sarah Marcondes Lapenna

verdadeira-origem-tradicoes-de-natal

 

2

O que faz você sorrir?

Entre diversas imagens e postagens nas redes sociais uma pergunta em uma destas fotos chama a atenção: “O que faz você sorrir?”

Gosto de mensagens emitidas em diversas formas e que nos fazem parar e refletir. Recordar. Sorrir ao reviver cada cena em nossa memória.

Sempre fui uma pessoa de riso fácil. Que sorri com momentos simples. Que sorri quando está nervosa, envergonhada e até mesmo junto ao agradecimento. Sou uma pessoa que sorri com os olhos e com a alma. É algo espontâneo dentro de mim desde criança…E me faz tão bem…

Fiquei parada por algum tempo olhando aquela pergunta, sem saber o que responder. Não sei se por ser uma pergunta ao mesmo tempo tão simples, mas tão complexa que ao parar para refletirmos, ecoa-se dentro de nosso alma as mais belas lembranças que guardamos com cuidado em nosso ser. Então resolvi responder a mim e aquela pergunta as primeiras cenas… Entre estas as primeiras que surgiram em meu pensamento foram as que convivo diariamente e que tem me proporcionando desde sempre muitas alegrias e sorrisos.

Como estar em minha casa com minha família, fazendo o que gosto, o que amo, e que claramente me torna uma menina, mulher muito feliz. Trabalhar com meus doces e participar de certo modo de cada momento especial destas pessoas, destas encomendas.

Escrever, assim como cozinhar, alimenta minha alma com sensações indescritíveis de paz e serenidade. Quando li esta pergunta, sabia exatamente que esta não passaria em vão…Que precisaria escrever sobre isso, que precisaria compartilhar para que mais pessoas revivescem momentos, estórias, sorrisos.

E por último minha lembrança repassou uma conversa e também uma de minhas datas favoritas: Natal! Como amo está época. Como esta me proporciona sorrisos com sua chegada, com cada momento desde a preparação e montagem do meu lar, que pra mim é o melhor lugar do mundo. Nele o sorriso é constante junto a minha família, em cada momento, em cada cômodo, a cada dia. 

Que haja mais sorrisos em nosso dias, mais momentos especiais que surgem espontaneamente ou aqueles que nós mesmos tornamos únicos em nossa vida. E que a cada dificuldade, cada momento difícil possamos relembrar de algo dentro de nós que nos faça parar, refletir, recordar e simplesmente SORRIR!

Então perguntarei  a você hoje: O que faz você sorrir?

Texto de Sarah Marcondes Lapenna

P_20161021_164054.jpg                     Foto de Rogerio registrada em um banco de ônibus que resultou neste texto.

0

Partida

Uma notícia trágica. 

O coração acelera e pressiona nossa alma por dentro. A vontade é de chorar e chorar. Vontade de uma trágica notícia ser apenas uma piada, uma graça, sem graça, e de mal gosto, destas que estamos acostumados a ouvir dia-a-dia.

A verdade é que são estes instantes que percebemos realmente o quanto estamos apenas de passagem por este mundo. Apenas atuando até a cortina da vida se fechar.

Escutamos sempre este tal discurso. Falamos sempre e repetimos aos outros e a nós que “esta é a única certeza da vida”… E de repente vemos e sentimos de perto, mesmo as vezes  estando tão longe que  a sentença é verídica. Que não passa somente de palavras que ecoam, mas sim que se sentem, que se vivem de modo tão difícil e melancólico..

Sempre vou declarar e afirmar minha vontade em que deveríamos assim como os livros, filmes e teatro indicar o tempo do espetáculo ou das páginas escritas que nos restam completar. Nunca vou entender o motivo deste aviso não existir. Um comunicado que facilitaria tanto aos que vão e que ficam. Mas infelizmente não temos esta possibilidade… A morte pode  surgir repentinamente e arrancar cada pedaço. Derrubar nosso equilíbrio e nos fazer encontrar as forças necessárias para novamente nos restaurar,cada um a seu tempo, seu modo.

A vida imita a arte ou será que a vida imita a ela mesmo em sua partida? O último adeus. Como se despedir de alguém que nuca conheceu, que nunca conviveu? Mas a verdade é como se nosso coração vivesse junto a sua alma, a dor que você sentiu, seus últimos segundos, seu último olhar…

Que seu espírito imerso neste rio seja como os redemoinhos que se formaram e formam constantemente trazendo o movimento da vida, a proteção necessária, mesmo que alguns destes não entendemos ou que estes nos entristeçam, proporcionando energia em forma de claridade que sua alma espalhou um dia a cada um de nós e que de algum modo, em algum lugar continuará espalhando entre a luz do sol e o movimento do rio. 

Texto escrito com a notícia da partida de Domingos Montagner.

Sarah Marcondes Lapenna

foto2-n1775.jpg

0

Lembranças

Minha memória vem se perdendo a cada dia na voracidade do cotidiano…Mas algumas lembranças permanecem intactas em meu ser. 

Às vezes me deparo olhando suas fotos´, nossos vídeos. Olhando cada detalhe e admirando seus traços marcantes que minha recordação insiste em sempre se lembrar e estas tem o dom de me fazerem parar no tempo, como se tudo continuasse a se movimentar rapidamente, mas meu ser e o seu  conectasse os planos em que vivemo hoje, separados. Como se  estivéssemos juntos novamente sem nada que pudesse nos impedir ou apressar o tempo. Aproveitamos para nos olhar, para aquecer nossa alma de toda alegria que proporcionamos um ao outro. 

Cada flash do passado vai surgindo como aquelas cenas de filme e me fazem recordar de tudo o que vivemos. De tudo o que superamos juntos. E também daquilo que poderia ter continuado mais e mais infinitamente.  Do riso, das lágrimas, do encanto da alma mostrado no olhar e sentido ao respirar. Da energia que me transportava e que sei que ainda me envolve com sua luz, de algum lugar…

Como pôde a vida nos separar? Como pôde modificar tudo aquilo que vivemos em questões de segundos? Aos poucos vou aprendendo de uma forma árdua que a vida não é igual aos contos de fadas em que com uma simples magia posso lhe trazer de volta. Que podemos confrontar ao mundo para nos trazer de volta. Pois nada adiantaria se você não estivesse aqui conosco. Eu não tenho força para lutar sem você aqui. Eu não tem forças para respirar mais sem seu olhar junto ao meu. Mas eu vivo na certeza que um dia, em uma outra vida iremos nos reencontrar e nossa alma poderá se abraçar eternamente.

Minha memória vem se perdendo a cada dia na voracidade do cotidiano…Mas você nunca desta irá se ausentar.Estou aqui e você aí em algum lugar bonito e repleto de paz como merece.  Continuaremos juntos, conectados através do tempo,  dos pensamentos contantes e da luz que mutualmente irradiamos um ao outro. Fique bem, meu bem.  

Sarah Marcondes Lapenna

tumblr_lfrmx5ft3e1qg43a5o1_400